Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sandra.wink.wink

Sandra.wink.wink

Os disparates da Sandra

espelho.jpg

 Certo dia

Estava eu na casa de banho a fazer o que ninguém pode fazer mim, quando pelo canto do olho vejo alguma coisa a mover-se.

Olho melhor e sinto uma descarga de adrenalina que até me fez esquecer o que é que estava a fazer, tinha ali uma pessoa a olhar para mim!

Era o meu reflexo no espelho articulado.

Ainda demorei uns minutos a recompor-me e saí toda tremeliques. Isto é da idade, não é?

Mamma Mia

mammamianovembroazulkb9.jpg

 

É um dos meus filmes preferidos.

 

Não tinha um orçamento por ai além, a montagem final foi complicada, li algures que utilizaram pessoas reais em algumas cenas (o que eu achei uma graça)

Alguns actores cantam bem, outros...menos bem, mas são todos bons profissionais. é também um bom exemplo de que a musica muitas vezes faz o filme.

Este filme toca-me de uma maneira especial por causa da minha filha, lembra-me que devo aproveitar todos os momentos com ela, porque ela ( a minha filhota) não vai estar aqui sempre. Vai chegar a altura em que já não vai estar a dormir na sua caminha e eu já não vou poder ir á socapa dar-lhe um beijinho de boa noite.

 

 

 

 

 

Só a mim

carjaking.png

 

Vinha eu no carro descansadinha da minha vida, quando vejo um homem no meio da estrada com os braços no ar.

Paro o carro, e abro um bocado do vidro do pendura. 

Para mal dos meus pecados, o homem em vez de falar comigo pela janela, abre a porta do carro, inclina-se lá para dentro e mete-me um saco aberto debaixo do nariz.

- Não quer comprar um perfume da moda? estão baratos!

Só sei que vi a vida a andar para trás.....

#nuncaandarcomasportasdocarrodestrancadas

Com que então os gays agora não podem ser padres? Hipócritas.

seminaristas.jpg

 

Os iluminados lá do Vaticano emitiram um decreto que se chama O Dom da vocação prebisterial. É um documento que faz parte da reforma da Igreja e que entre outras coisas determina que " Os seminaristas vão ser sujeitos em breve a uma avaliação psicológica que determine se têm tendências homossexuais, doenças mentais e perversões sexuais, como a pedofilia " .

Alto e pára o baile, então estamos a meter homossexualidade, doenças mentais e pedofilia no mesmo saco? és homossexual logo, gostas de putos e vais violá-los se puderes. Esta linha de pensamento está tão afastada da realidade humana que dói. Se em tempos os homens se refugiavam na igreja porque gostar de outros homens era tabu, hoje isso já não acontece. É para desviar as atenções das perversões cometidas desde sempre.

Eu tenho uma teoria, que é só minha e a opinião de uma pessoa vale o que vale.

Ter relações sexuais, contacto sexual com outra pessoa é humano, está mais que provado os benefícios de um orgasmo. Os padres, clero como lhes queiram chamar não gozam desse beneficio, certo? Lá porque é pecado, não se deixa de sentir, o desejo é adulterado e transforma-se em perversão, como a pedofilia. Basicamente viraram a atenção para o que estava mais á mão, para os miúdos. A dimensão da coisa é enorme porque foi escondida e até permitida.

 

Tenho a convicção de que se fosse permitido aos membros do clero casar, os casos de pedofilia eram muito, muito menores. Não me venham cá meter palas nos olhos e dizer que a orientação sexual determina se és pedófilo ou não, porque no fundo é o que o documento quer dizer. E mais, o que é que a orientação sexual tem a ver com a vocação para padre? 

Retirei a imagem daqui

 

 

 

White Mondays

 

 

 

teste3.jpg

 

O meu filho em 2016 integrou um grupo de erasmus+. Foi um projecto de escola que iniciou em 2015 e terminou em 2017. Já falei sobre o final que decorreu em Portugal aqui .

Fizeram escala em Roma e só depois seguiram para a Grécia. Foi em Roma e depois em Atenas que o meu filho teve o primeiro contacto a sério com a questão dos refugiados. Conta ele que existiam muitos nas ruas a pedir ou a vender bugigangas, ficou chocado. O que mais o angustiou, foi ver como utilizavam os filhos pequenos para conseguirem mais alguns trocos.

Depois da viagem, o Hugo repara que de um modo geral os alunos estavam sempre chateados, tristes com a vida. Ao colocar as duas realidades em perspectiva, a dos refugiados e a dos colegas dele na escola, apercebe-se de que a nossa realidade não pode sequer ser comparada à das pessoas que viu nas ruas de Roma e Atenas. O meu Hugo decidiu que iria tentar fazer com que as pessoas na escola dele sorrissem, nem que fosse por um momento, pelo menos um dia.

Fez as contas aos cacifos da escola e para cada um escreveu uma frase motivadora. A ideia era colocar um envelope por cacifo numa sexta a tarde, para na segunda feira seguinte os alunos descobrissem o tal envelope e que sorrissem ao ler a frase.

Nasceu assim um projecto muito maior do que inicialmente ele imaginou.

Escreveu centenas de frases, imprimiu, cortou e colocou um papel dentro de cada envelope. Começou a saga de tentar meter os envelopes dentro dos cacifos sem que ninguém o visse. Sim, porque o Hugo não queria que os alunos soubessem que tinha sido ele. Falou com a directora de turma, que sugeriu ir a direcção da escola pedir autorização.

E foi.

E a directora da escola autorizou.

Na segunda-feira seguinte todos os alunos que iam ao cacifo, tinham um envelope a espera. 

A partir de agora todas as segundas-feiras neste blog passam a ser a White Mondays. Com uma frase do Hugo.

 

 

 

 

Os disparates da Sandra

banner-servico-galp.jpg

 

 

 

O meu carro é  GPL.

Um dia, lembrei-me já tarde que precisava ir abastecer, porque ia sair cedo no dia seguinte e a bomba ainda estaria fechada. Convido a minha filha para me fazer companhia e lá vamos as duas, noite cerrada pôr gás no carro.

Não existem muitas bombas de gasolina que disponibilizem o GPL e aquela bomba está num sitio isolado (deve de ser por isso que é barata), a bomba está vazia, não se vê viva alma e ainda por cima está um frio de rachar e um nevoeiro parvo.

Saio do carro, abasteço de gás, vou pagar, entro no carro. Quando já ia para pôr o carro a trabalhar, uma enorme mão aberta, bate-me no vidro carro, com tanta força que dou um salto com o susto. Ouvi gritar: -Tira a mangueira. Tira a mangueira.

Eu nem queria acreditar, saio do carro ainda toda tremeliques e vejo logo que ainda tinha a mangueira da bomba agarrada ao carro!

Para quem não sabe, para abastecer GPL, coloca-se a mangueira no bocal do carro e depois vamos que nem uns condenados carregar num botão verde até abastecer-mos a quantidade de gás desejada e só depois é que tiramos a mangueira.

Eu ia arrancar com o carro e levava a mangueira atrás. Dava cabo do carro, dava cabo da bomba e nem quero imaginar o que mais podia acontecer. Devo de ter ficado verde, roxa, amarela ás bolinhas.

Só me lembro da minha filha perguntar: -Mãe, estás bem?

 

Srs jornalistas...porquê tanta ansiedade?

sic.jpg

 

Estava a ver as noticias do dia e parei nesta, não me tinha apercebido que as forças de intervenção tinham sido mobilizadas, vi o pequeno filme com uma sensação de dejà-vu de à umas décadas atrás.

Perdi um bocado da concentração por causa da já costumeira ansiedade com que a jornalista falava. Não percebo bem o porquê? As pessoas gostam mais do estilo de relato alarmista? o canal ganha mais por isso? se calhar sim. Será que os jornalistas hoje em dia, são pressionados para falar deste modo? se calhar sim.

É que fico com a sensação que se passou algo muito pior e mais grave ainda, sinto claramente que aquela pessoa quer é sangue, que aconteça algo mau para poder noticiar.

E repetem-se, e dão informações disparatadas, como dizer que, é uma manifestação barulhenta. É televisão, nós estamos a ouvir que é barulhenta!

Enfim.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Instagram

Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D